quarta-feira, 28 de maio de 2008

José Feliciano

José Feliciano


José Montserrate Feliciano García (Porto Rico, 10 de setembro de 1945), cantor e violonista porto-riquenho radicado nos Estados Unidos. Autodidata, começou tocando acordeon antes de tocar violão. Já na adolescência tocava profissionalmente em Nova Iorque, onde foi visto por um executivo da RCA, que o contratou. Sua fama alastrou-se com o lançamento de "Light My Fire" em 1968. Com cerca de 70 discos gravados durante toda a sua longa carreira, que encantou mais de duas gerações de público, Jose Feliciano, um dos mais talentosos compositores e cantores das últimas décadas, alcançou um impressionante êxito internacional e é considerado o primeiro artista latino-americano que atravessou as barreiras culturais do mercado da música cantada em inglês, abrindo as portas a muitos outros artistas. Três temas marcaram a sua carreira: “Light My Fire” uma interpretação do famoso grupo The Doors; “Che Sera Sera” um mega êxito na Europa, Ásia e América do Sul; e “Feliz Navidad”, um tema que se encontra entre as 25 canções natalícias mais marcantes do século. Feliciano tocou com algumas das grandes orquestras do mundo, Sinfônica de Londres, Filarmônica de Los Angeles e Sinfônica de Viena, entre outras.
Jose Feliciano tem sido aclamado por críticos dos 4 cantos do Mundo, como o melhor guitarrista vivo. A revista “Guitar Player” concedeu-lhe o prémio de “Melhor Guitarrista Pop”, incluindo na sua “Galeria dos Melhores” (Gallery of The Greatests). Foi também galardoado com mais de 45 Discos de Ouro e Platina, 16 nomeações e 6 prémios Grammy, 2 “Lifetime Achievement Award” pela revista Billboard e pelo prémio ALMA, prémio “Artista do Milénio”, por parte dos Prémios Globo” e, em 2001, foi agraciado com o Doutoramento Honoris Causa em Letras e Ciências Humanas da Instituição Sacred Heart University em Connecticut, USA, pela sua contribuição musical e humanitária. De realçar ainda, a estrela no célebre “Passeio da Fama em Hollywood” e o molde das suas mãos no conhecido museu de cera Madame Tussaud’s, em Londres. A cidade de Nova York honra-o dando o seu nome a uma célebre escola de Artes.
Ao longo dos anos, Feliciano dedicou grande parte do seu tempo e talento a causas humanitárias e, por isso, é reconhecido como um grande filantropo e “Embaixador da Boa Vontade”. Ultimamente, tem estado empenhado em ações de informação e educação junto da comunidade latino-americana, na América do Norte, sobre a Diabetes, unindo esforços com a companhia Life Scan e Hispanic Heritage Foundation. Na recente visita do Papa Bento XVI aos EUA, foi um dos artistas convidados na recepção a Sua Santidade, perante 60.000 pessoas.

José Feliciano - 1968 - Feliciano

01. California Dreamin'
02. Light My Fire
03. Don't Let The Sun Catch You Crying
04. In My Life
05. And I Love Her
06. Nena Na Na
07. (There's) Always Something There To Remind Me
08. Just A Little Bit Of Rain
09. Sunny
10. Here, There And Everywhere
11. The Last Thing On My Mind

Informações e Links por email - Aqui

Information and links via email -
Here

Nenhum comentário: